Pontos Turísticos Caldas Novas

Turismo

Considerada a maior estância hidrotermal do mundo, Caldas Novas é também o maior pólo turístico do Estado de Goiás, recebendo cerca de 1 milhão de visitantes por ano.

Com águas naturalmente aquecidas, que podem chegar até a 58ºC, e que ainda por cima tem efeitos medicinais contra problemas como o stress e o reumatismo, os mananciais de Caldas Novas curam, rejuvenescem e divertem ao mesmo tempo. Você poderá se deliciar nas piscinas de água quente se hospedando conosco na Pousada Castelinho.

Fora os clubes que oferecem atividades durante todo o dia, Caldas Novas oferece muitas atrações: O Lago de Corumbá, projetado e construído artificialmente fica a apenas 9 km do centro da cidade, e é excelente para a prática de esportes aquáticos, passeios de barco ou até mesmo a pesca. O Parque Estadual da Serra de Caldas é outra boa opção se você gosta de fazer trilhas pela mata. A Lagoa de Pirapitinga e o Jardim Japonês também são bonitos de se visitar. Para um passeio mais cultural visite a Paróquia de Nossa Senhora das Dores, de 1850, sendo a construção mais antiga da cidade. À noite, divirta-se em um dos barzinhos localizados na Praça Central.

Como você deve ter percebido, toda a energia positiva e mística que as águas lhe passarão, terão lugares e atividades para serem gastas. Isso não quer dizer que você não vai voltar para casa sem se sentir melhor e até mais jovem depois de alguns dias descansando e aproveitando tudo que Caldas Novas tem a lhe oferecer!

Águas Thermais

O calor e a grande pressão interna dos gases acumulados abriram rachaduras na base da montanha e por elas eram expelidos vapor d'água formando "geisers". Com a diminuição da atividade vulcânica e da pressão dos gases internos, os jatos de vapor também diminuíram e finalmente passaram apenas a jorrar água quente pelas trincas nas rochas em três locais distintos, distantes alguns quilômetros uns dos outros:

Caldas Velhas, Pirapitinga e Caldas Novas. Somente em 1722 é que estas águas quentes foram descobertas. Quem as encontrou foi o sertanista Bartolomeu Bueno da Silva, filho do bandeirante Anhanguera, que procurava ouro e pedras preciosas. Não encontrou os tesouros desejados mas descobriu as fontes termais de maior vazão em todo o mundo!

Hoje, a cratera do vulcão é a Serra de Caldas; Caldas Velhas formam as fontes do município do Rio Quente, compreendendo o complexo turístico da Pousada do Rio Quente; Pirapitinga é onde se encontra a Lagoa Quente e Caldas Novas deu nome à cidade da qual estamos tratando.

Como se formam as águas quentes?

O maior estudo sobre o termalismo de Caldas Novas e Rio Quente foi realizado pela empresa estatal Fumas Centrais Elétricas, em função da possível influência da barragem da Usina Hidrelétrica Corumbá I sobre o lençol termal da região, que estaria sob o risco de esfriar.

De acordo com Furnas, o fenômeno das águas quentes decorre de características geológicas e topográficas peculiares. As águas são aquecidas com o calor proveniente do interior da Terra, em camadas profundas da crosta terrestre.

O subsolo da região é constituído por camadas de xisto e quartzito, ambas impermeáveis. Entretanto, estas rochas têm consistências diferentes: o xisto é uma formação rochosa mais plástica, isto é, é mais moldável pelas forças exteriores; já o quartzito é uma rocha mais rígida, sob pressão, permitindo a formação de grandes conjuntos de fraturas. É nesta camada de quartzito onde se encontram os reservatórios de águas termais.

O processo de formação do aqüífero termal se inicia com a infiltração da água da chuva no topo das Serras de Caldas e da Matinha, que estão a cerca de mil metros de altura em relação ao nível do mar. A água quente, confinada sob as camadas de xisto e quartzito, está submetida a uma pressão muito grande, equivalente à pressão de uma coluna d'água de mais de 600 metros de altura (desde onde se encontra confinada até o topo das Serra).

Serra de Caldas

Criado em 1970 para proteger o principal ponto de recarga do lençol termal da região, o Parque Estadual Serra de Caldas só foi estruturado para receber os visitantes em 1999. Em toda a sua extensão, que é de 123 quilômetros quadrados, as belezas da flora e fauna do cerrado brasileiro colorem o cenário. A reserva oferece duas trilhas – Cascatinha e Paredão, de níveis leve e intermediário – que levam a cachoeiras e a mirantes que descortinam bonitas paisagens a 1.043 metros de altitude. As caminhadas, que levam entre 1h30 e 2h30, só podem ser feitas com o acompanhamento de guias. Entre as recomendações estão o uso de sapatos apropriados e confortáveis, calças compridas e protetor solar. Lanche e sacos de lixo também são bem-vindos.

Lago

O Lago Corumbá, sendo um dos melhores locais para praticar esportes náuticos, também é um local com natureza abundante proporcionando um passeio ecológico maravilhoso de barco, lancha ou Jet-Ski.

O Lago Corumbá, que abastece a Usina Hidroelétrica Corumbá I, de Furnas Centrais Elétricas, começou a ser formado em setembro de 1996. A cota (altura) máxima que o lago pode atingir é de 595 metros em relação ao nível do mar.

O perímetro do Lago de Corumbá é bastante recortado. Para circular todo o lago, uma pessoa teria de andar mais de 100 Km. A parte mais profunda do lago está próxima à barragem e atinge 90m de profundidade. Há lagos que demoram até três anos para voltarem a encher. Espera-se que o Lago Corumbá sofra alterações de no máximo 15m, na seca mais severa, ao passo que outros reservatórios chegam a perder até 25m.

Lagoa

A Lagoa de Piratininga, também chamado de “Lagoa Quente”, é um dos pontos Turísticos mais bonitos de Caldas Novas.

A Lagoa Quente, oferece toda infra-estrutura de camping, piscinas termais com nascente natural, quadras de areia e sauna.

A temperatura de suas águas podem chegar até 50 graus e está localizada à 6 Km do centro de Caldas Novas, às margens da estrada que liga Caldas Novas a Pires do Rio.Um lugar onde desfruta-se dos prazeres das águas quentes estando em contato direto com a natureza.